terça-feira, 31 de janeiro de 2006

Desejo-vos felicidade

Ainda sobre o Richard Gere...

Ele disse ontem, que uma coisa maravilhosa é a de sempre que nos cruzarmos com uma pessoa pensarmos: "Desejo-te felicidade!" E deixar esse sentimento substituir o "O que é que tu queres?" ou o "O que é que eu quero de ti?" ou o "Porque raio é que me fizeste isto?" ou o "E agora como é que eu vou dizer-te aquilo?" que tantas vezes nos ocupa a cabeça.

Pensar só: "Desejo-te felicidade. Desejo-te felicidade."

E Gere dizia: "Fazer isto é importante? Sim. Fazer isto é importante? Não."

Mas pode ser que valha a pena (digo eu...)