terça-feira, 31 de janeiro de 2006

Hipocrisia ou Esperança

Hoje, quando me deslocava no meu carro, ia a ouvir a rádio. Um programa que acompanho todas, ou quase todas as manhãs, pela simples razão que me diverte e que me deixa põe bem disposto.

Hoje, dizia um dos "animadores": "Mas não sabiam que o que mantém a sociedade estruturada é a hipocrisia?"

Achei interessante, mas discordo. Discordo porque a hipocrisia é apenas uma consequência e não a causa propriamente dita. Como já tantas vezes escrevi aqui, acho que todos queremos o melhor para nós, independentemente do conflito que esse desejo provoque na relação com os outros, ou na capacidade ou incapacidade de concretizarmos esse desejo.

Queremos o melhor, e gosto de acreditar que temos a esperança de o concretizar. Queremos acreditar que as coisas vão correr melhor. Temos esperança, pois acredito que sem esperança de uma vida melhor, poucas coisas restariam no nosso coração.

Por isso, e para mim pessoalmente, a hipocrisia resulta apenas da incapacidade de por vezes sentimos de concretizar o que esperamos. Ou de chegar onde queremos. Como dizia ontem na televisão o Richard Gere: "Nós achamos que se não levantarmos ondas, se formos boas pessoas, se fizermos tudo bem, as coisas difíceis não nos acontecem, mas infelizmente a vida não é assim". Não é decisão nossa, nem consequência da nossa acção directa. É a vida, a imensa vida.