quarta-feira, 12 de março de 2008

A metade de cima ou a de baixo?

Dou a boas vindas à Ana Filipa Silva. Ela é segunda pessoa que convido para pertencer ao Bom Tempo no Canal. Também é formada em Comunicação e tem também um blog chamado Coisas Banais


O que temos em comum é uma visão nova sobre o mundo e sobre as pessoas que os habitam. Essa visão materializa-se nas Constelações e por isso é com alegria que a recebo aqui.

A história que se segue foi me oferecida pelo meu amigo LH e julgo que ilumina a natureza humana na perfeição.

A metade de cima ou a de baixo?

Um feliz casal dinamarquês partilhava um casamento há 25 anos. Como todas as relações também esta tinha os seus rituais. Todos os domingos o casal ia tranquilamente à padaria do bairro comprar um pão especial para o pequeno almoço. Era um pão maravilhoso e que enchia os seus domingos de alegria.

Chegando a casa preparavam o pequeno almoço e dividiam o pão ao meio. O homem ficava sempre com a metade de cima, e a mulher sempre com a metade de baixo. E eram felizes. E era sempre assim.

Durante 25 anos, todos os domingos, a metade de cima e a metade de baixo.

Neste domingo, o marido muito feliz vira-se para a sua esposa e diz: "Fico feliz por tu gostares mais da metade de baixo." De repente a mulher abre muito os olhos, olha para o marido e diz: "Mas eu gosto mais da de cima! Só como a de baixo porque achei que tu gostavas mais da de cima." O homem quase incrédulo vira-se para a mulher e diz: "Mas eu gosto mais da de baixo. Sempre te dei a de baixo porque achei que era a que tu gostavas mais."

25 anos ...